23 Março, 2018 by Sem categoria

Foco

Com esta publicação pretendo sensibilizar os leitores para a importância de direcionar a atenção, ação e comportamentos para o que desejam alcançar, pois o sucesso profissional é composto por diversos fatores e o foco é sem dúvida um deles.

Temos imensos estímulos e imprevistos diários e, por mais focados que estejamos nas tarefas pessoais ou profissionais, quando as distrações surgem é necessário não permitir que os fatores externos nos desviem do foco. Mas para isso é necessário saber o que queremos e gerir prioridades.

Para quem sabe o que quer e por isso tem foco, aquele estímulo ou imprevisto não o dispersa do seu objetivo principal. Aproveito para alertar que ter foco não significa ser inflexível.

No livro «Foco», o autor Daniel Goleman refere três tipos de foco: interno, no outro e externo. O tipo de foco onde ocupamos menos tempo é no interno, ou seja, em nós próprios e que nos conduz ao autoconhecimento.

Por vezes, ocupamos demasiado tempo focados no exterior ou nos outros e esquecemos o foco interno.

O coaching, mindfulness e outras ferramentas de desenvolvimento pessoal são recursos para praticar a atenção no momento presente, onde esta presença nos encaminha ao foco e a obter os resultados pretendidos com bem-estar.

Desafio-vos a refletirem sobre estas questões:

Qual o tipo de foco onde necessitam de investir mais tempo?

Quais são os maiores sequestradores do vosso foco?

Deixo-vos esta frase inspiradora:

«Focar não é apenas selecionar a coisa certa, mas também dizer não às coisas erradas.», Daniel Goleman.

Esta publicação é baseada em:

Livro de Daniel Goleman, «Foco»

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *